domingo, 7 de julho de 2013

DESCRITORes

O que é um Descritor?


O descritor é o detalhamento de uma habilidade cognitiva (em termos de grau de complexidade), que está sempre associada a um conteúdo que o estudante deve dominar na etapa de ensino em análise. Esses descritores são expressos da forma mais detalhada possível, permitindo-se a mensuração por meio de aspectos que podem ser observados. Cada tópico (Língua Portuguesa) ou tema (Matemática) reúne um grupo de descritores que visa à avaliação de diferentes competências do estudante. Passemos à análise dos descritores.
Diferenças fundamentais: Matriz Curricular e Matriz de Referência de Avaliação
Matriz Curricular: Direciona o currículo de uma instituição de ensino, leva em conta as concepções de ensino e aprendizagem da área e apresenta: objetivos, conteúdos, metodologias e processos de avaliação.

Matriz de Referência: Também leva em conta as concepções de ensino e aprendizagem da área, mas é composta apenas por um conjunto delimitado de habilidades e competências definidas em unidades denominadas descritores, agrupadas em tópicos (Língua Portuguesa) e Temas (Matemática) que compõem a matriz de uma dada disciplina em avaliações dos tipos Prova Brasil e SAEB.

Embora a Matriz Curricular e a Matriz de Referência não tenham a mesma finalidade, é impossível pensar na Matriz de Referência para uma determinada avaliação sem levar em conta a Matriz Curricular que lhe dá suporte.
Matriz de referência de Matemática
Temas e seus Descritores

As matrizes de matemática estão estruturadas por anos e séries avaliadas. Para cada um deles são definidos os descritores que indicam uma determinada habilidade que deve ter sido desenvolvida nessa fase de ensino.  Esses descritores são agrupados por temas que relacionam um conjunto de objetivos educacionais.

Tópicos e seus Descritores

A Matriz de Referência de Língua Portuguesa apresenta a relação entre os temas, os descritores e as habilidades estabelecidos para a avaliação dos alunos da 4ª série/5º ano e 8ª série/9º ano do Ensino Fundamental(EF) e da 3ª série do Ensino Médio(EM).
No total, a Matriz de Referência de Língua Portuguesa da Prova Brasil e do Saeb é composta por seis tópicos: Procedimentos de Leitura; Implicações do Suporte, do Gênero e/ou do Enunciador na Compreensão do Texto; Relação entre Textos, Coerência e Coesão no Processamento do Texto; Relações entre Recursos Expressivos e Efeitos de Sentido e variação Lingüística.

Estruturalmente, a Matriz de Língua Portuguesa se divide em duas dimensões:
1ª: Objeto do Conhecimento: Nele são listados os seis tópicos;
2ª: Competência: Apresenta descritores que indicam habilidades a serem avaliadas em cada tópico.
Para a 4ª série / 5º ano do EF são contemplados 15 descritores;
Para a 8ª série / 9º ano do EF e a 3ª série do EM são acrescentados mais 6, totalizando 21 descritores.
Os descritores aparecem, dentro de cada tópico, em ordem crescente de aprofundamento e/ou ampliação de conteúdos ou das habilidades exigidas. São 28 descritores subdivididos em 04 temas.
Tema I - Espaço e Forma

D1 - Identificar a localização /movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.
D2 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações.
D3 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados, pelos tipos de ângulos.
D4 - Identificar quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados (paralelos, concorrentes, perpendiculares).
D5 - Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e /ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas.

Tema II - Grandezas e Medidas

D6 - Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não.
D7 - Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/cm/mm/kg/g/mg/l/ml.
D8 - Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo.
D9 - Estabelecer relações entre o horário de início e término e /ou o intervalo da duração de um evento ou acontecimento.
D10 - Num problema, estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro, em função de seus valores.
D11 - Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.
D12 - Resolver problema envolvendo o cálculo ou estimativa de áreas de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.

Tema III - Números e Operações / Álgebra e Funções

D13 - Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicional.
D14 - Identificar a localização de números naturais na reta numérica.
D15 - Reconhecer a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens.
D16 - Reconhecer a composição e a decomposição de números naturais em sua forma polinomial.
D17 - Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais.
D18 - Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais.
D19 - Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da adição ou subtração: juntar, alteração de um estado inicial (positiva ou negativa), comparação e mais de uma transformação (positiva ou negativa).
D20 - Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da multiplicação ou divisão: multiplicação comparativa, idéia de proporcionalidade, configuração retangular e combinatória.
D21 - Identificar diferentes representações de um mesmo número racional. D22 - Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica.
D23 - Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro.
D24 - Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados.
D25 - Resolver problema com números racionais expressos na forma decimal envolvendo diferentes significados da adição ou subtração.
D26 - Resolver problema envolvendo noções de porcentagem (25%, 50%, 100%).

Tema IV - Tratamento da Informação

D27 - Ler informações e dados apresentados em tabelas.
D28 - Ler informações e dados apresentados em gráficos (particularmente em gráficos de colunas).
Fonte: Adaptado do Material Língua Portuguesa e Matemática - SAEB / Prova Brasil - INEP
           
Língua Portuguesa
São 15 descritores subdivididos em 06 tópicos.
Tópico I – Procedimento de leitura

D1 - Localizar informações explícitas do texto
D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão
D4 – Inferir uma informação implícita em um texto
D6 - Identificar o tema de um texto
D11 - Distinguir um fato da opinião relativa deste fato

Tópico II – Implicações do suporte, do gênero, e/ ou do Enunciador na compreensão de texto

D5 - Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, etc.)
D9 - Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros
Tópico III – Relação entre texto

D15 - Reconhecer diferentes formas de tratar a informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido.

Tópico IV – Coerência e Coesão no Processamento do Texto

D2 - Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto.
D7 - Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa
D8 - Estabelecer relação de causa/ conseqüência entre partes e elementos do texto
D12 - Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc.

Tópico V – Relação entre recursos expressivos e efeitos de sentido

D13 - Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados
D14 – identificar o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações

Tópico VI – Variação Lingüística

D10 - Identificar as marcas lingüísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto
Para um processo de alfabetização bem sucedido, o professor deve olhar para os cinco eixos com especial atenção, pois os mesmo trarão ao longo do estudo clareza sobre como as crianças aprendem e percebem o processo de leitura e escrita ao longo do Ciclo da Alfabetização.É bom lembrar que um bom professor é aquele que está em constante atualização da sua prática de ensino. Não estou apresentando aqui nenhuma receita pronta de como alfabetizar, mas garanto que se os cinco eixos forem bem compreendidos o sucesso na alfabetização é visivelmente alcançado.
Agora que você conheceu os Cinco Eixos Norteadores para a Alfabetização e o Letramento, conheça também as capacidades que devem ser desenvolvidas a partir de cada um desses eixos nos quadros a seguir: Acompanhe a legenda das letras inseridas nas quadriculas:
I = Introduzir. Levar os alunos a se familiarizarem com conteúdos e conhecimentos.

T = Trabalhar. Trabalhar sistematicamente, para favorecer o desenvolvimento pelos alunos.

C = Consolidar. Procurar consolidar no processo de aprendizagem dos alunos, sedimentando os avanços em seus conhecimentos e capacidades.

R = Retomar. Retomar eventualmente, quando se trata de conceitos ou capacidades já dominados ou consolidados em período anterior.

Quando as três letras aparecem ao mesmo tempo, isso significa que a capacidade em questão necessita ser dominada mais cedo e que em um mesmo ano deverá ser Introduzida, Trabalhada e Consolidada.Analise e reflita em cada quadro e veja como ele facilitará o seu trabalho como alfabetizador. Perceba, no entanto, que elas devem ser trabalhadas de forma simultânea, pois uma capacidade exerce influência sobre a outra. A organização dos eixos e capacidades em quadro foi apenas para que o facilite a visualização de forma organizada e clara.

Observe o quadro:





quarta-feira, 1 de maio de 2013

A Casinha da Vovo

Estas são algumas atividades que elaborei para trabalhar a parlenda "A casinha da vovó". Se quiserem sugestão de uma sequência didática, acessem http://www.aprendeminas.com/. Lá tem uma sequência ótima, que pode ser adaptada conforme o nível de dificuldade da sua turma.











Fonte:Meu Cantinho Preferido


A CASINHA DA VOVÓ

Fonte: Educarte-lu


Plano de Aula

A Casinha da Vovó

Para iniciar um trabalho com a parlenda, você deverá seguir alguns passos importantes:
- Confecção de Cartazes:
•    Confeccionar cartazes com a parlenda escrita em letra de imprensa maiúscula;
•    Cartazes com a parlenda escrita em letra de imprensa minúscula;
•    Cartazes com a parlenda escrita em letra cursiva;
•    Fazer um cartaz onde algumas palavras da parlenda possam ser substituídas por desenhos.

Criação de Fichas:
•    Criar fichas com as palavras da parlenda (em letra imprensa maiúscula, minúscula e letra cursiva);
•    Fichas com as frases da parlenda escritas sem espaçamento, ou seja, emendadas;
•    Fichas com os desenhos que representam as palavras da parlenda ;
•    Fichas com palavras divididas em sílabas.


PARLENDA

A CASINHA DA VOVÓ
CERCADINHA DE CIPÓ.
O CAFÉ ESTÁ DEMORANDO
COM CERTEZA NÃO TEM PÓ.


ATIVIDADE 1

•    Organize a sala para a leitura do texto (pode ser em círculo, em U ou como preferir, deixando os alunos à vontade). Utilizar também o cartaz ou o quadro mesmo.
•    Informar o gênero, explicando o conceito de parlenda e que está escrita em um cartaz (suporte).
•    Mostre o 1º cartaz da parlenda escrita com letra de imprensa maiúscula.
•    Leia a parlenda pausadamente, passando o dedo sobre as palavras.
•    Repita a leitura até que os alunos se familiarizem com as palavras e consigam repeti-las sozinhos.
•    Peça que os alunos leiam a quadrinha, vá passando o dedo em cima das palavras e mostrando que a leitura se faz da esquerda para a direita e de cima para baixo.
•    Peça que cada aluno também leia a parlenda individualmente com suas orientações como na leitura coletiva (do cartaz ou do quadro ou entregar o texto).
•    Faça a exploração oral da parlenda com questões de compreensão:
A)    De quem é a casinha?
B)    Como é a casinha?
C)    Por que o café está demorando?

Estas sugestões podem ser alteradas de acordo com o nível de desenvolvimento da turma desde que seja matida a proposta da capacidade sugerida.

ATIVIDADE 2
  • Mostre o 1º cartaz da parlenda e leia-o com os alunos.
  • Peça que os alunos identifiquem a primeira e última palavra da parlenda, colorindo-as de vermelho e azul.
  • Em seguida, peça pra que os alunos copiem a parlenda.
  • Circule na parlenda a palavra CASINHA.
  • Desenhe a casinha da vovó.

ATIVIDADE 3
  • Distribua o texto (parlenda) para cada aluno e peça que eles coloram de lápis verde os espaços em branco, levando-os a perceber que em cada espaço temos uma nova palavra.
  • Peça que eles contem o número de palavras encontradas na 1º linha da parlenda, em seguida repita a atividade com as demais linhas.
  • Mostre que existem palavras com poucas letras ( A, da, de, o, com, pó) ressaltando que elas são palavras.
  • Peça para eles circularem de lápis vermelho a palavra CASINHA na parlenda e que contem o número de letras dessa palavra.
A) Quantas letras tem?
B) Qual é a letra inicial?
C) Qual é a letra final?
  • Em seguida, peça que eles circulem de azul as palavras com 2 letras, de verde as palavras com 3 letras e de amarelo as palavras com 4 letras e de rosa as palavras com 7 ou mais letras.
  • Pergunte aos alunos se nessa parlenda aparece alguma palavra repetida, se aparecer, peça que eles sublinhem elas.

ATIVIDADE 4
  • Disponibilize o alfabeto móvel com várias letras para os alunos e peça que eles montem a palavra Casinha.
Agora, peça que vejam a figura da casa e depois organize as letras para formar o nome da figura (registro no caderno):
  • Agora organize os alunos em grupos e disponha fichas com as frases emendadas da parlenda e fichas com as palavras da parlenda e peça que os alunos as organize-as de maneira correta. Ex.: (Acasinhadavovó / cercadinhadecipó). Não se esqueça de pedir que os alunos registrem no caderno.
  • Para a atividade anterior utilize as fichas com letras de imprensa maiúscula, como no 1º cartaz.

Atividade 5
  • Peça para que os alunos completem o quadro a seguir:
PALAVRANº DE LETRAS
A
CASINHA
DA
VOVÓ
CERCADINHA
DE
CIPÓ
O
CAFÉ
ESTÁ
DEMORANDO
COM
CERTEZA
NÃO
TEM

  • Agora, disponibilize jornais e revistas para que os alunos encontrem, recortem e colem palavras com 2, 3, 4, 6 ou mais letras (uma palavra de cada).

ATIVIDADE 6
  • Apresente o 2º cartaz (com desenhos no lugar de palavras).
  • Peça que os alunos comparem o 1º cartaz (letra de imprensa maiúscula) com o 2º (desenhos).
  • Peça que os alunos observem os dois cartazes e expliquem as diferenças do 1º com o 2º cartaz.
  • Aponte cada desenho e peça que os alunos digam seu nome do desenho.
  • Em seguida, disponha as fichas e peça que eles procurem as palavras correspondentes aos desenhos.
ATIVIDADE 7
  • Disponibilize o alfabeto disposto em um cartaz e em ordem (de preferência que seja na altura dos olhos dos alunos, escrito em cor vermelho, letra de imprensa maiúscula e não coloque desenhos para representar letras, pois não é recomendável).
  • Ofereça o alfabeto impresso em folha pra cada aluno e um alfabeto móvel.
  • Apresente letra por letra (não precisa ser em ordem alfabética) e teste os conhecimentos prévios de seus alunos.
  • Aponte no cartaz a letra e diga seu nome, depois peça que os alunos identifique-a em seu alfabeto móvel e repita seu nome.
  • Diga uma letra, sem utilizar o cartaz e peça que os alunos identifique-a no alfabeto móvel, depois repita a atividade com cada aluno.
  • Apontar as letras: C S N HC D N H R T P F S A I.
  • Em seguida, ditar novamente cada letra até formar a palavra e perguntar: “Qual palavra da parlenda formamos?”

CASINHA

  • Peça para que os alunos identifiquem na parlenda todas as palavras que iniciam com a letra “C”, colorindo-as de verde ou que tenham a letra “C” no meio da palavra, colorindo-as de azul.
  • Utilize o 2º cartaz e peça para que os alunos escrevam as palavras referentes aos desenhos da parlenda, utilizando o alfabeto móvel.
Disponibilize jornais e revistas para que eles encontrem, recortem e colem palavras com a letra “C” no início.

ATIVIDADE 8 •    Apresente aos alunos o 3º cartaz (letra de imprensa minúscula) e compare-o com o 1º cartaz, fazendo perguntas aos alunos, identificando as diferenças entre eles ( mostre que livros, jornais, revistas são escritos com este tipo de letra).
•    Disponibilize o alfabeto disposto em um cartaz e em ordem (de preferência que seja na altura dos olhos dos alunos, escrito em cor vermelho, letra de imprensa minúscula e não coloque desenhos para representar letras, pois não é recomendável).
•    Ofereça o alfabeto impresso em folha pra cada aluno e um alfabeto móvel.
•    Apresente letra por letra e teste os conhecimentos prévios de seus alunos.
•    Aponte no cartaz a letra e diga seu nome, depois peça que os alunos identifique-a em seu alfabeto móvel e repita seu nome.
•    Diga uma letra, sem utilizar o cartaz e peça que os alunos identifiquem no alfabeto móvel, depois repita a atividade com cada aluno.
•    Distribua fichinhas com as palavras da parlenda escritas de letras diferentes (imprensa maiúscula e imprensa minúscula), em seguida peça que eles formem os pares (tipo Jogo da Memória) e peça que copiem no caderno.

ATIVIDADE 9 •    Apresente o 4º cartaz (letra cursiva) e repita os procedimentos da atividade 8 acima.
•    Mostre que usamos letras cursivas maiúsculas para início de frases e as demais, minúsculas.
•    Sugestões de atividades: “Jogo da Memória”, “Bingo de Letras e Palavras”, “Dominó de Diferentes tipos de Letras”.

ATIVIDADE 10 •    Utilize novamente o cartaz da parlenda.
•    Escolher uma palavra da parlenda.
•    Fale-a pausadamente, silabando e pergunte aos alunos: Quantos pedacinhos tem essa palavra? Quantas vezes abrimos a boca pra falar? Bata palmas para cada sílaba, explicando aos alunos que sílaba e pedaço são a mesma coisa.
•    Repita o mesmo procedimento com cada palavra da parlenda (utilize as fichas com as palavras).
•    Distribua a parlenda novamente e peça que cada aluno: colora de vermelho as palavras com 1 sílaba, de azul as palavras com 2 sílabas, de verde as palavras com 3 sílabas e de amarelo as palavras com 4 sílabas.
•    Aproveite os nomes dos alunos da sala (primeiro nome apenas) para trabalhar a consciência silábica, fazendo “Listas de Nomes”.

•    Complete a tabela:
PALAVRASNº DE LETRASNº SÍLABAS
CASINHA

VOVÓ

CERCADINHA

CIPO

CAFÉ

COM

CERTEZA

NÃO




•    Você pode fazer também tabelas como esta de nomes dos alunos e/ou pedir para recortar de revistas e jornais, palavras e separar o número de letras e de sílabas como na atividade anterior.
ATIVIDADE 11
· SÍLABA INICIAL: Escolher uma palavra da parlenda. Ex.: CAFÉ.
  • Pedir para os alunos identificarem o 1º pedaço (sílaba) da palavra e sublinhar: CAFÉ.
  • Peça que os alunos ditem outras palavras com a mesma sílaba inicial “CA”: CAFÉ, CASA, CAMA, CANA, CAVALO, CADEIRA.
  • Pedir que os alunos ditem outras palavras que tenham o mesmo som e repetir com as outras palavras da quadrinha, sempre iniciando com o padrão silábico mais simples, sílabas canônicas (C + V).
  • Faça uma “Lista” no quadro com as palavras que eles ditaram e peça que copiem.
  • SÍLABA FINAL (RIMAS): Utilizado a parlenda escolha outra palavra e faça um traço nas palavras que rimam: CASINHA – CERCADINHA; VOVÓ – PÓ.
  • Verifique o que os alunos sabem que essas palavras têm em comum, ou seja, terminam iguais, ou combinam. Explique a eles que essas combinações são as Rimas.
Faça uma “Lista”de palavras que rimam com CASINHA, ditadas pelos alunos e peça que eles copiem:



FARINHA
CACHORRINHA
GALINHA
NETINHA
GARRAFINHA
  • SÍLABA MEDIAL: Escreva a palavra CERTEZA, separada em sílabas.
  • Peça que os alunos identifiquem o 2º pedacinho ( TE), destacando-o.
  • Escreva outra palavra com a mesma sílaba mediana: MARTELO e peça que os alunos comparem as 2 palavras.
  • Faça uma alteração da primeira e última sílaba e mude a palavra para: CARTELA. Pergunte se agora são iguais? Discuta as alterações para que eles entendam aConsciência Sonora.


CERCADINHA
  • Formamos a palavra: __________________________
A) Quantas letras tem?
B) Quantas sílabas tem?
C) Qual é a sílaba inicial?
D) Qual é a sílaba final?
E) E qual é a sílaba mediana?
F) Retire a sílaba DINHA: CERCADINHA - CERCA
G) Acrescente a sílaba DA ao final: CERCA – CERCADA
H) Formamos outra palavra, qual é? _______________
  • Assim, formar novas palavras através das letras móveis, acrescentando ou retirando letras e sílabas. Variando a posição das letras para que os alunos estabeleçam a relação entre FONEMA/GRAFEMA e identificando o valor sonoro.
Capacidades: Ler palavras; Escrever palavras.

ATIVIDADE 12
  • Selecione uma palavra da parlenda e escreva-a no quadro
  • Separe-a em sílabas e depois as letras de cada sílaba para que os alunos percebam que nem sempre as sílabas são formadas por C+V, podendo ocorrer sílabas com V+C ou C+V+C (C = consoante; V = vogal). Ex.:


DEMORANDO
* Agora coloque dentro do quadradinho o número de letras de casa sílaba da palavra acima:










clip_image001DEclip_image001[1]MOclip_image001[2]RANclip_image001[3]DO
* Faça o mesmo com as palavras abaixo:












CERCADINHA












clip_image001CERclip_image001[1]CAclip_image001[2]DIclip_image001[3]NHA











CERTEZA






clip_image003CERclip_image003[1]TEclip_image004ZA
  • Chame a atenção dos alunos para os sons de cada sílaba das palavras.
  • Repita a atividade com as outras palavras da parlenda.
ATIVIDADE 13 (AVALIAÇÃO):
  • Ditado das palavras da parlenda.
  • Professor retire os cartazes para que os alunos não tenham nenhum contato visual com a parlenda. Após o ditado, verifique as dificuldades ortográficas dos alunos, para ir trabalhando-as gradativamente.
Sugestões de atividades: “Bingo de Letras, Sílabas e/ou Palavras”, “Dominó de diferentes Letras, Sílabas e/ou Palavras”, “Cruzadinhas”, “Caça-palavras”, “Trilha”, “Forca”, “Texto Lacunado”, “Texto Fatiado”, Jogo da Memória(figuras e palavras)”, “Frases Emendadas”, “Baralho de Sílabas”, “Quantas Palavras (para formar a partir das sílabas em saquinhos)”, “Caixa de Palavras”, etc. 

Fonte: Cantinho do Saber

Pesquisar este blog

Outros templates

 
2009 Template Scrap Rústico|Templates e Acessórios